Depois da greve, a situação piora

O grande problema do Brasil é a quantidade excessiva de problemas. Viver em países como EUA ou países europeus, por exemplo, é ter um pouco mais de confiança nos seres humanos, incluindo nos políticos (mesmo que eu saiba que até lá, há problemas com essa classe).

Depois da greve de caminhoneiros que, dizem, está terminando hoje ou por esses dias, a gasolina e o álcool já foram vistos (por mim) com até R$ 0,20 a mais do que os preços anteriores. Então, o que aconteceu?

A primeira coisa é que nenhuma manifestação inteligente deve exigir diminuição forçada de preços. Isso é coisa de países socialistas em que o governo determina os preços de tudo. O que se deve exigir é a diminuição dos impostos.

A segunda é que não são apenas os impostos da gasolina, ou do diesel, que são caros, mas de praticamente todos os produtos do Brasil, inclusive livros e alimentos. Pagamos para sustentar a classe política brasileira.

O presidente Michel Temer enrolou, ameaçou, mas não fez o mais importante: cortou gastos e privilégios do próprio governo. Não adianta: sem cortar na própria carne (na própria carne de quem vive de dinheiro público) não mudaremos nunca.

You May Also Like

About the Author: petrusem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *